O minimalismo e eu

Vivi a maior parte da minha vida numa casa bem pequena e até os 15 anos dividi meu quarto e armario com os meus pais. Com a chegada da adolescência, eles decidiram que eu precisava de um pouco de espaço so para mim e se viraram como puderam para me deixar sozinha no quarto. Não foi um pedido ou exigência minha. A decisão veio deles.

Isso quer dizer que eu nunca pude acumular muitas coisas. Junte a isto a total desorganização da minha mãe – que adora cozinhar, mas admite para quem quiser ouvir que organização realmente não é a sua praia – e temos aqui uma Natalia que sempre praticou o minimalismo sem mesmo saber o que isso queria dizer.

less-is-more

Continuar lendo

Anúncios