Um terço de 2017

Acredito que eu esteja vivendo o que toda pessoa desorganizada ja viveu um dia na vida: a extrema necessidade de organização. Essa necessidade pode chegar por varias razões: uma mudança de rotina, a chegada de um novo membro na familia, excesso de trabalho, etc. Na minha vida a necessidade de organização sempre foi ciclica e sempre dependeu muito do meu estado de espirito.

E’ bem simples: se as coisas à minha volta estão uma bagunça, a minha cabeça também fica uma bagunça. Se (e quando) estão bem, também fico bem. Acontece de eu estar bem e não ligar para a bagunça ao redor, mas é cada vez mais raro. Via de regra, a vida desorganizada me traz ansiedade e, somente quando a ansiedade ja esta a todo vapor, é que eu paro para me organizar globalmente. Nem preciso dizer quanto tempo esse modo de vida me custa, né?

Nesses primeiros meses de 2017 eu literalmente deixei a vida me levar. No final do ano passado eu e meu marido decidimos comprar uma casa e as nossas atividades nos meses seguintes foram ritmadas por reuniões no banco, no cartorio, e com os antigos proprietarios. O processo todo foi muito demorado – mais de três meses – e adicionou uma pitada de estresse desnecessaria às nossas vidas. Fato é que começamos a compra em outubro e no final de janeiro ainda não sabiamos a data da nossa mudança. Junte-se a isto a viagem que fariamos ao Brasil com os meus sogros no final de fevereiro, o meu trabalho, e sem uma organização rigorosa a minha vida virou um caos.

Fizemos a nossa mudança no fim de semana de 3, 4 e 5 de fevereiro, mas so soubemos que iamos mesmo nos mudar no dia 2. Quando saiu a confirmação foi uma mistura de pânico com alivio – mais pânico do que alivio – e não fosse os meus sogros terem vindo passar o dito fim de semana conosco, não sei como teriamos feito.

Fevereiro passou e março chegou com a viagem ao Brasil com três pessoas que não falam português, duas das quais com mais de 60 anos. Com a correria mencionada acima, eu não tive tempo nem coragem de organizar essa viagem além da compra das passagens e reserva da hospedagem. Não preciso descrever em que estado de ansiedade me encontrava quando comecei essa viagem, tendo que lidar com contratempos horarios – por conta de um atraso quase perdemos uma conexão no Marrocos –, gestão de expectativas, além da gestão linguistica e logistica da coisa, o que culminou com o ponto forte da viagem e o grito do meu corpo por descanso: no dia do meu aniversario de 30 anos, tão esperado por mim, que adoro a comemoração de aniversarios, tive um « passamento » e vomitei tudo o que tinha comido o dia inteiro, o que se resumiu a apenas o almoço porque depois dele não tive mais apetite para nada e no restaurante aonde fomos jantar eu pedi apenas um suco de maracuja. No dia seguinte mandei todo mundo para a praia confiando na linguagem universal dos gestos e pedi encarecidamente que me deixassem dormir. Dormi o dia inteiro.

IMG_0959.JPG
Sorrindo, porém muito enjoada

Quando voltei para a França, então final de março, me confrontei novamente com essa necessidade de organização, mas dessa vez num nivel avançado, que ainda não acredito ter vivido. O fato é que, pela primeira vez na vida eu passei mais de um ano e meio no mesmo trabalho. Esse é geralmente o tempo que levo para me acomodar nos meus empregos e fazer apenas o necessario. Preciso de movimento e quando a monotonia chega é dificil para mim colocar o barco para seguir o seu rumo sem novos objetivos.

Acontece que esse é também o trabalho que mais me realizou profissionalmente. No qual eu realmente me descobri e existem muitos novos objetivos a serem atingidos. So depende de mim. Foi por isso que resolvi, no final do mês de abril, colocar método em tudo o que faço. Eu sei que isso leva tempo e que é um processo, que vai além da lista de ano novo de ler mais, ajudar mais, ser mais proativa. Envolve disciplina, coisa que eu so tenho em curtos periodos de tempo dependendo do projeto no qual estou trabalhando.

Como este post ja ficou muito grande, o deixo aqui como uma introdução à lista de coisas que coloquei em pratica para melhorar meu rendimento no trabalho e na vida pessoal, além de me ajudar a ter mais bem-estar no dia-a-dia.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s