O minimalismo e eu

Vivi a maior parte da minha vida numa casa bem pequena e até os 15 anos dividi meu quarto e armario com os meus pais. Com a chegada da adolescência, eles decidiram que eu precisava de um pouco de espaço so para mim e se viraram como puderam para me deixar sozinha no quarto. Não foi um pedido ou exigência minha. A decisão veio deles.

Isso quer dizer que eu nunca pude acumular muitas coisas. Junte a isto a total desorganização da minha mãe – que adora cozinhar, mas admite para quem quiser ouvir que organização realmente não é a sua praia – e temos aqui uma Natalia que sempre praticou o minimalismo sem mesmo saber o que isso queria dizer.

less-is-more

Para mim, minimalismo era sobre não acumular coisas. Nunca tive muitas roupas, muitas bonecas, muitos CDs. Abro exceção somente para livros, revistas e jornais (?) que eram realmente minhas paixões, mas acima de tudo os livros para o meu pai, que tinha coleções de livros interessantissimas. A unica coleção de livros que tive foi do Harry Potter, porque ganhei apos ja ter lido todos. Então ela raramente ficou na minha casa porque eu sempre tive prazer em emprestar. O ultimo empréstimo coincidiu com a minha vinda para a França e achei melhor não pedi-los de volta. Prefiro pensar que a amiga para quem emprestei os emprestou também para outras pessoas, o que me agrada mais do que a ideia de vê-los nas prateleiras da casa dos meus pais juntando poeira e sem utilidade alguma.

O meu quarto era pequeno e, apesar de não estar sempre limpo e arrumado, não comportava mesmo muitas tralhas. Isso fazia com que, a cada limpeza, uma sacola de coisas saisse dele sem que uma equivalente entrasse. Lembrando que como o meu armario era compartilhado, a maioria das coisas pertencia aos meus pais, e essas eu não podia doar/jogar fora. Mas ainda assim o fiz algumas vezes por força do habito.

Com mais ou menos 10, 12 anos eu ja praticava o « entra um sai um (às vezes até dois ou três) » com roupas e calcinhas. O que me levava ao ponto de às vezes quase não ter roupas. As minhas compras também eram super controladas pelos meus pais, o que de certa forma me impedia de comprar coisas todos os meses e entulhar o meu guardarroupas. Via de regra, a minha mãe me levava numa loja de roupas no começo do ano, eu escolhia varias peças e com elas passava o ano inteiro. De vez em quando, em ocasiões especiais, em que eu precisava de uma roupa ou calçado para uma festa, definiamos previamente quanto eu podia gastar, e assim escolhiamos em função do orçamento disponivel. Muitas vezes ela me levava em costureiras, que faziam trabalhos excelentes por um preço inferior ao das lojas. Era garantia ter ter roupas originais e não andar « uniformizada » com as tendências do momento.

Quando o espaço disponivel é somente o do seu quarto, que tem um apenas uma cama, um armario e uma mesinha para o computador, tudo é mais facil. Nessa mesma casa tinha outro quarto, chamado de quartinho da bagunça,  onde meus pais colocaram todas as tralhas das casas (maiores) onde eles moraram antes. Tentei por varias vezes convencê-los a destralhar, em vão. Eles são mesmo acumuladores e acredito que isso tenha me influenciado bastante no meu modo de viver. Nunca suportei acumular coisas e rio sempre que vejo as técnicas de destralhamento ou dicas de organização que pratico desde sempre sendo valorizadas. Vejo que esse estilo de vida é o que realmente combina comigo e isso me ajuda a querer ir além do que ja faço por habito.

Por isso, nesses ultimos meses tenho me dedicado a aliar organização ao meu destralhamento constante. Apesar de não gostar de acumular, nunca fui muito metodica. Gosto das coisas organizadas, mas ainda perco muito tempo para alcançar um resultado que pode ser obtido mais facilmente com uma melhor organização e método da minha parte. E isso faz também parte do meu projeto de viver com menos ansiedade. Mãos à obra porque a tarefa é ardua.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s